Prefeitura de Campo Grande começa instalar em canteiros a decoração de Natal que será ativada no dia 6 de dezembro

A Prefeitura de Campo Grande começou a instalar a decoração natalina que neste ano chegará aos canteiros centrais de três avenidas, na Rua 14 de Julho, seis rotatórias, dois entroncamentos, além da frente de alguns prédios municipais. Segundo a primeira dama e presidente do Comitê Gestor do FAC (Fundo Apoio à Comunidade), a iluminação será ligada no próximo dia 6 de dezembro, um domingo.

 

O trabalho começou pela Avenida Afonso Pena, em frente do Parque das Nações Indígenas. Serão instaladas mangueiras e cordões decorados com lâmpadas de LED. Na Afonso Pena, a decoração se estenderá da esquina com a Avenida Joaquim Dornelas até a Avenida dos Poetas. A Avenida Mato Grosso será decorada entre as avenidas Calógeras e Nelly Martins. Já a Duque de Caxias, da Avenida Murilo Rolim Júnior até a Rua General Nepomuceno Costa.

 

Serão ornamentadas as rotatórias da Nelly Martins com a Mato Grosso; da Gury Marques com a Olavo Vilela de Andrade; Eduardo Elias Zahran/Joaquim Murtinho; Duque de Caxias/Amaro Castro Lima ; Mato Grosso/Hiroshima e Avenida Guaicurus/Rua Lagoa da Prata. Haverá decoração nos entroncamentos das avenidas Euler de Azevedo/Presidente Vargas e da Capital/Coronel Antonino. Também ganharão iluminação especial a Lagoa Itatiaia, a praça do Distrito de Rochedinho , o jardim da Casa Esplanada Ferroviária e em frente da I Escola Municipal Izauro Bento, no Distrito de Anhanduí.

 

Para evitar aglomerações, por causa da pandemia, a Cidade do Natal não vai funcionar. O espaço será cercado por tapumes que receberão desenhos com motivos natalinos criados por artistas da Capital. Ainda no primeiro trimestre de 2021, será licitada a obra da estrutura definitiva do espaço que poderá funcionar de forma permanente para sediar eventos o ano inteiro.

 

Rins e córneas são doados na 32 captação de órgãos e tecidos deste ano na Santa Casa de Campo Grande, diz hospital

A Organização de Procura de Órgãos (OPO) da Santa Casa de Campo Grande realizou a 32ª captação de órgãos e tecidos do ano de 2020 na quarta-feira, dia 18, quando foram captados rins e córneas de uma paciente que evoluiu para morte encefálica após o rompimento de um aneurisma cerebral. Até agorae foram registradas as doações de 80 órgãos, muitos deles implantados em pacientes do hospital.

 

Vítima de uma hemorragia subaracnoidea (HSA) – causada pela ruptuta de um aneurisma cerebral, a paciente apresentava um comprometimento neurológico grave, que levou à disfunção cerebral de forma rápida, sem que as equipes pudessem reverter o caso através de intervenção cirúrgica. “O aneurisma pode ser causado por diversos fatores, por isso é preciso evitar o tabagismo e estar sempre controlando a pressão arterial. Em caso de histórico familiar em parentes de primeiro grau, deve-se procurar um médico para investigação e tratamento”, alertou o neurocirurgião Dr. Newton Moreira.

 

Com a doação, um dos rins foi encaminhado por voo comercial a Goiânia/GO para uma receptora que aguardava na fila por transplante há anos. O outro rim ficou no hospital e foi implantado em uma paciente que há quatro anos fazia tratamento no serviço de Diálise da Santa Casa. Além disto, as córneas foram levadas ao Banco de Olhos “Anjos da Visão” para serem analisadas e, posteriormente, usadas para procedimentos cirúrgicos.

 

O procedimento de captação dos órgãos foi conduzido pelo médico urologista Dr. Adriano Lyrio e o responsável pela implantação do rim na receptora foi o também médico urologista da instituição, Dr. Eduardo Arruda. Ambos procedimentos contaram com a participação de médicos anestesistas, enfermeiros, técnicos e demais profissionais do centro cirúrgico.

 

Indicadores

 

Em 2020, de janeiro até outubro, 95 pacientes tiveram morte encefálica na Santa Casa, sendo que dessas, 27 famílias recusaram a doação de órgãos e outras 29 autorizaram. A OPO da Santa Casa também coordena os processos de doação de órgãos em Três Lagoas e Dourados que juntas somaram, neste mesmo período, 90 notificações de morte encefálica e dos potenciais doadores, apenas 16 famílias autorizaram a doação.

 

Na Santa Casa, dos 32 pacientes que tiveram órgãos captados no ano, foram 58 rins, 17 fígados, quatro corações e um pulmão.

De Tao Chi Chuan à Zumba, Prefeitura de Campo Grande oferece oficinas para todas as idades na Praça do Peixe

A Prefeitura de Campo Grande, por meio da Fundação Municipal de Esportes (Funesp, retoma as oficinas esportivas na Praça do Peixe, com atividades de Tai Chi Chuan, Pilates, Zumba, Funcional e Ritmos. Seguindo medidas de biossegurança com o distanciamento social, a população aprovou a organização.

 

Sentindo falta da “energia das aulas”, Maria Luiza Aguilera, 54 anos, aposentada, agradece o retorno. “Com as oficinas meus dias são preenchidos com muita energia boa, gente feliz e isso me deixa mais feliz e viva”, disse Maria, que também participava das lives durante a quarentena. “Eu já fazia exercícios na Praça Itanhangá, e com a pandemia conheci outros professores e atividades, e hoje me cerco de atividade esportiva para minha saúde física e mental”.

 

Mesmo tendo que coordenar as aulas e orientar a turma a manter o distanciamento social, Franciane Perez, uma das professoras das oficinas na Praça do Peixe, disse a população entende e ajuda a manter a biossegurança. “Tivemos que nos adaptar, nós e eles. Agora, além da garrafa de água, cada um carrega seu álcool em gel, mas a animação é a mesma, e agora vamos correr atrás do prejuízo de quem ganhou alguns quilos”, comentou ela.

 

Para quem ainda não se sente confortável para voltar aos parques, a Prefeitura de Campo Grande manteve as videoaulas. São publicadas orientações de exercícios no canal do Youtube (www.youtube.com/funespcg) todas as segundas, quartas e sextas-feiras. “Pensamos no projeto ‘Movimenta CG em Casa’ de forma pontual e em virtude da pandemia, porém, observamos os resultados e um número significativo de visualizações. Com isso, decidimos manter essa aula virtual, sempre oferecendo mais opções e facilidades para que a população se exercite e tenha cada vez mais qualidade de vida”, avaliou Rodrigo Terra, diretor-presidente da Funesp.

 

Programação da Praça do Peixe:

Agente Social: Priscila Roberta
Segunda, Quarta e Sexta
6:30 Tai Chi Chuan
7:30 Pilates
16h Tai Chi Chuan
17h Pilates
18h Zumba

Agente Social: Franciane Pérez
Terça e Quinta
17h Funcional
18h Ritmos
19h Funcional

 

Confira os locais onde as oficinas acontecem:

  • Praça Paulo Coelho Machado (Associação de Moradores)

  • Centro Comunitário Campo Nobre

  • Projeto Coruja

  • Praça do Bairro Pioneiros

  • Praça do Parati

  • Praça Mario José Mendonça (Praça Jockey Club)

  • 1º Grupamento Bombeiros

  • ACIESP – Associação de Capacitação de Economia Solidária do Povo

  • Centro Social Madre Maria Hubert

  • Associação de Moradores do Jardim Bonança

  • Praça Brasilina de Aguiar (Associação de Moradores do Caiçara)

  • Associação de Moradores do Parque Residencial União I e II

  • Praça Bonança

  • Praça Angel Antônio Cáceres

  • ACA – Associação dos Amigos da Criança e do Adolescente

  • Associação de Moradores do Conjunto Habitacional Mata do Jacinto

  • Associação de Moradores do Conjunto Estrela do Sul

  • Praça Prof. José Barbosa Rodrigues – Estrela do Sul

  • Praça da Vila Margarida

  • SEGES – Secretaria Municipal de Gestão

  • Praça Itanhangá

  • Mirante do Aeroporto

  • Praça do Jardim Carioca

  • Praça Recanto dos Pássaros

  • Praça Ramão de Souza Gomes (Praça do Zé Pereira)

  • Jardim Petrópolis (Clube de Mães)

  • Praça das Begônias

  • UVEMB – MS – União dos Veteranos da Marinha do Brasil – MS

  • Campo Futebol SISEP

  • Praça do Peixe

  • Lagoa Itatiaia

  • Praça dos Amigos Vaguinho e Dalila

  • AMAPE – Associação de Moradores Mª Aparecida Pedrossian

  • Centro Comunitário Recanto dos Rouxinóis (Associação de Moradores)

  • Associação de Moradores José Abrão

  • Associação de Moradores da Coophasul

  • Distrito de Anhanduí

Em apenas 24 horas, Mato Grosso do Sul registra 917 casos novos de coronavírus, segundo boletim epidemiológico

A pandemia volta a registrar patamares alarmantes em Mato Grosso do Sul, com 917 casos novos em 24 horas. É o que aponta o boletim epidemiológico da Secretaria de Estado de Saúde, do Governo do Estado, com isso, o Estado totaliza 91.682 pessoas infectadas com a doença.

 

Além disso, cinco mortes ocorreram no Estado, sendo quatro vítimas de Campo Grande e uma de Jardim, totalizando 1.718 óbitos por covid-19.

 

Em recuperação, 6.480 pessoas estão em isolamento domiciliar e 295 estão internadas, sendo que 166 estão em leitos clínicos (91 em leito público e 75 em leito privado) e 129 em leitos de UTI (sendo que 75 estão em leitos públicos e 54 em leito privado).

 

De acordo com a SES, até o moment, 83.189 pessoas se recuperaram da doença.

 

Boletim SES