Campanha ”Queimar é Crime! Diga Não às Queimadas Urbanas” é promovida em Rochedinho

A Prefeitura de Campo Grande,  por meio da Agência Municipal de Meio Ambiente e Planejamento Urbano (Planurb), e o Comitê Municipal de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais e Urbanos promove , no distrito de Rochedinho, nesta terça-feira (18) palestra e blitz ambiental sobre a Campanha “Queimar é Crime! Diga Não às Queimadas Urbanas.  O ato acontece, a partir das 14h30, na Escola Municipal Barão do Rio Branco.

 

A palestra irá abordar a prevenção das queimadas e busca sensibilizar os alunos para a questão destacando o ato criminoso da queimada. Em seguida haverá Blitz Ambiental com a distribuição de folder educativo e exposição de faixa para a população do distrito.

 

O diretor de Planejamento Ambiental da Planurb, Rodrigo Giansante, explica que a ação vai ser realizada  em conjunto com as ações comemorativas ao Dia da Árvore, chamando a atenção para o cuidado com o meio ambiente.  A iniciativa também faz parte do convênio Cidade das Árvores, celebrado entre a Prefeitura de Campo Grande, TV Morena, concessionária de energia elétrica (Energisa) e o Ministério Público Estadual (MP-MS), que tem por objetivo sensibilizar a população sobre a importância da preservação das árvores.

 

“A Planurb, em parceria com as instituições que compõem o Comitê Municipal de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais e Urbanos vem promovendo uma série de ações com intuito de alertar a população quanto aos prejuízos sociais e ambientais que as queimadas causam à comunidade. Em dois meses de campanha realizamos cursos de brigadistas de incêndio no distrito de Anhanduí e na Área de Proteção Ambiental dos Mananciais do Córrego Guariroba”, destacou Rodrigo.

 

As ações abrangem também palestras em 28 instituições de ensino público (escolas municipais e estaduais), apresentação da Campanha nos Conselhos Regionais das APAs Lajeado, Ceroula e Guariroba; distribuição de folders no evento Reviva Cultura, na Rua 14 de Julho e realizada Blitz Ambiental na Região Urbana do Segredo.

 

Queimar é Crime

 

Conforme o Código Penal Brasileiro (Lei nº 2.848 de 7 de dezembro de 1940), a prática de incêndio é crime, e a lei de crimes Ambientais (Lei Federal nº 9.605 de 12 de fevereiro de 1998) estabelece pena de reclusão e multa que pode chegar a R$5 mil para quem provoca queimadas.

 

Os estudantes vão ser orientados para a colaboração para um meio ambiente sem queimadas.  A campanha destaca que todos podem contribuir não queimando lixo ou folhas secas, não depositando o lixo em terrenos baldios e, não jogando bituca de cigarro em vias públicas ou terrenos baldios.

 

Outro instrumento de combate aos incêndios é a denúncia que pode ser realizada por meio dos telefones 156 (Prefeitura) e 193 (Corpo de Bombeiros).

 

Escola Municipal Barão do Rio Branco – rua Guia Lopes, n. 340 – distrito de Rochedinho

Circuito Funec de Mountain Bike será realizado no dia 30; inscrições seguem até o próximo dia 21

Como parte das comemorações dos 240 anos de Corumbá, a Prefeitura Municipal por meio da Fundação de Esportes de Corumbá (Funec), promove no domingo, 30 de setembro, a 1ª etapa do Circuito Funec Pantanal Sul de Mountain Bike 2018.

 

A finalidade do evento é incentivar a prática esportiva, bem como proporcionar momentos de lazer e promoção da saúde; além de proporcionar diversão e socialização entre os participantes, famílias e população em geral. Seu objetivo é a difusão da modalidade do ciclismo que vem crescendo no município nos últimos anos.

 

A prova terá largada na praça do bairro Nova Corumbá em direção aos assentamentos Taquaral e Tamarineiro. A chegada também será na praça do bairro Nova Corumbá. Os percursos serão: Sport com 66 km; Turismo e Passeio com 27 quilômetros.

 

A premiação geral será para os cinco primeiros colocados e por categorias aos três primeiros no feminino e masculino. Pontuação para os 10 melhores colocados que serão somados na segunda etapa – marcada para 08 de dezembro – premiando com troféus os cinco melhores ciclistas em cada categoria. Haverá premiação em dinheiro para a categoria Elite masculina e feminina na última etapa, que será definida na primeira prova com os primeiros colocados na geral e somatória de pontos das duas etapas.

 

As inscrições, que custam R$ 39, tiveram início em agosto e vão até o dia 21 de setembro.  Podem ser feitas online acessando o link: https://www.centraldacorrida.com.br/circuito-funec-pantanal-sul-de-mtb.

 

Haverá kit de participação (vinculado à inscrição) incluindo camiseta; squeeze; placa de identificação e medalha de participação. A entrega será feita na véspera da prova, dia 29 de setembro, na Funec, que fica na rua Antônio Maria Coelho, 1067, entre ruas Colombo e Cabral, na área central de Corumbá.

 

Apoios e parceiros

 

A primeira etapa do Circuito Funec Pantanal Sul de Mountain Bike 2018 conta com apoios da – Associação de Ciclismo do Pantanal (ACP) e Federação de Ciclismo do Mato Grosso do Sul (FMSC). São parceiros as empresas Kampai – concessionária Toyota, que irá montar um estande com exposição de veículos no local; Alfa Assessoria Aduaneira; Empório Branskol – Conveniência; Nutri Center Extreme; Arena Corumbá; Wizard Corumbá; Bicicletaria Alagoano e Holanda Design.

Em Corumbá, primeira etapa do Circuito Funec de Corrida segue com inscrições abertas

Intitulada Corrida de Prevenção às Drogas, a primeira etapa do Circuito FUNEC (Fundação de Esportes de Corumbá) de Corrida de Rua acontece no dia 28 de outubro e terá o apoio do Conselho Municipal sobre Drogas de Corumbá. A largada acontece às 7h30 na praça Generoso Ponce, mesmo local da chegada. Os vencedores de cada categoria receberão troféus e medalhas.

 

As inscrições para a Corrida de Prevenção às Drogas continuam abertas até o dia 19 de outubro ou até o limite máximo de participantes de 300 atletas. Todas as inscrições serão feitas pela internet por meio de um link divulgado no site: www.centraldacorrida.com.br/corrida-de-prevencao-as-drogas

 

A edição 2018 do Circuito Funec de Corrida de Rua vai distribuir R$ 14,4 mil em prêmios aos ganhadores. A competição, que é organizada pela Prefeitura, por meio da Fundação de Esportes de Corumbá (FUNEC), será disputada em três categorias: 10 km, 5 km e 3 quilômetros, todas no masculino e feminino.

 

A edição 2018 do Circuito Funec de Corrida de Rua vai distribuir R$ 14,4 mil em prêmios aos ganhadores. A competição, que é organizada pela Prefeitura, por meio da Fundação de Esportes de Corumbá (FUNEC), será disputada em três categorias: 10 km, 5 km e 3 quilômetros, todas no masculino e feminino.

 

Serão três etapas disputadas nos dias 28 de outubro, 25 de novembro e 9 de dezembro. O primeiro colocado de cada etapa marca 60 pontos, o segundo 56, o terceiro 52, o quarto 48, o quinto 46, o sexto 45 e assim segue até o 50º colocado, que marca um ponto na classificação geral.

 

Será declarado campeão o atleta que somar mais pontos em todo o Circuito. Nos 10 quilômetros, o campeão fatura R$ 1,5 mil, o segundo R$ 1,3 mil e o terceiro colocado R$ 1 mil. Nos 5 quilômetros, os prêmios são R$ 900, R$ 700 e R$ 600 para o primeiro, segundo e terceiro lugar, respectivamente.

 

Nos 3 quilômetros os valores são de R$ 500, R$ 400 e R$ 300. A premiação é a mesma para homens e mulheres em todas as categorias. A idade mínima exigida para a participação nos 10 km, de acordo com as normas da CBAt, é de 16 anos, completos até a data de cadastro/inscrição do atleta. Já a idade mínima exigida para participação nos 5 km é de 14 anos.

Unidade Móvel do Hospital de Amor realiza exames de prevenção em Três Lagoas

A Unidade Móvel (Carreta) do Departamento de Prevenção da Fundação Pio XII do Hospital de Amor, de Nova Andradina, estará em Três Lagoas, na terça-feira (18) e na quarta-feira (19).

 

Em atendimento à solicitação da Prefeitura de Três Lagoas, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) e em parceria com a Rede Feminina de Combate ao Câncer, a Carreta de Prevenção estará, por dois dias, estacionada em frente à unidade de Saúde do Residencial Novo Oeste para a realização de exames de mamografia e de preventivo de colo de útero.

 

A Fundação Pio XII é oficialmente a entidade mantenedora do Hospital de Câncer de Barretos, que possui também unidade hospitalar na cidade sul-mato-grossense de Nova Andradina.

 

Carreta é uma unidade móvel de prevenção

“E uma ação que estamos realizando em conjunto com a Rede Feminina de Combate ao Câncer de Três Lagoas e que irá atender especificamente à saúde da mulher, com o objetivo principal de prevenir contra o câncer de mama e câncer de colo de útero”, resumiu a secretária de Saúde, Angelina Zuque.

 

 

Para esta ação específica da Carreta de Prevenção, “todos os procedimentos  foram previamente agendados e as mulheres já estão também avisadas com antecedência para comparecer no dia e horário designados”, explicou a assessora de Saúde Familiar da SMS, enfermeira Fabiana Cardoso da Silva.

 

Para terça-feira, das 7h às 17h, estão agendadas 56 mamografias e 50 exames preventivo; e para quarta-feira, no horário das 7h às 14h, a programação é de realizar 42 mamografias e 80 preventivos.

 

A enfermeira Fabiana ressaltou que, “esta ação não é aberta ao público em geral, mas é destinada especificamente às mulheres que aguardavam por estes exames, extremamente importantes, para a prevenção do câncer”, frisou.

Casa do Dr. Gabi integra 12ª Primavera dos Museus, evento nacional do IBRAM

A partir da próxima segunda-feira, 17 de setembro, Corumbá participa da Primavera dos Museus, um evento nacional promovido Instituto Brasileiro de Museus (IBRAM). A Prefeitura, por meio da Fundação da Cultura e do Patrimônio Histórico, com a parceria do Sesc Corumbá, preparou uma série de atividades no Museu Municipal Casa do Dr. Gabi – Espaço de Memória que acontecem até o dia 23 de setembro.

 

Do dia 17 ao dia 22 de setembro, sempre a partir das 18 horas, acontecem as visitas mediadas “Corumbá 240 anos”, na qual os visitantes passarão pelos ambientes, visualizando o acervo e conhecendo a relação do Dr. Gabi e da sua esposa, Dona Neta, com a cidade pantaneira.

 

Também a partir da próxima segunda-feira, 17, o local recebe as Poltronas Manoelinas, um projeto de fomento literário do Sesc MS em homenagem ao centenário de Manoel de Barros (2016). A instalação contempla a estética das insignificâncias, comum na poesia do autor. A atividade vai até o dia 22, das 13h às 18 horas.

 

No dia 18, próxima terça-feira, das 18h30 às 21h30, acontece a Oficina Contação de História – Prática Social, um espaço para dar voz aos atores sociais, os heróis de guerra, os fundadores e etc. O trabalho será realizado pela professora Jusley Souza. Ela também será responsável pela Oficina Contação de Histórica – Técnica de Ensino, que será realizado no dia 19, das 18h30 às 21h30.

 

No dia 20, quinta-feira, a partir das 18 horas, a sala Dom Quixote ambientará uma reunião especial do Clube de Leitura de Corumbá e Ladário. Geralmente realizada no Sesc Corumbá, a atividade transforma em coletivo o ato solitário da leitura. A obra selecionada para o encontro é Snack Bar, do escritor corumbaense Augusto César Proença.

 

No dia 22, às 17h30, acontece a Contação de História – Dom Quixote. A figura do Heróico Cavalheiro de Cervantes era de grande importância para o Doutor Gabi, tanto que influenciou a decoração e o estilo arquitetônico da Casa.

 

Já o Café Literário, evento mensal do Sesc Corumbá que visa apresentar a literatura brasileira contemporânea ao público interessado, acontece no mesmo dia, mas às 19h30. Essa edição especial trará ao debate a literatura sul-mato-grossense.

 

Casa do Dr. Gabi – Espaço de Memória

 

Em agosto, o prefeito Marcelo Iunes instituiu o Museu Municipal Casa do Dr. Gabi – Espaço de Memória. No Decreto 2.030, o prefeito ressaltou que a memória da população corumbaense merece ser preservada por meio de ações concretas, de modo a fomentar a rica cultura que possui, bem como dar visibilidade à mesma. O Museu Municipal Casa do Dr. Gabi, que fica no imóvel localizado na rua Cuiabá, nº. 1.881, Centro, é gerido pela Fundação da Cultura e do Patrimônio Histórico de Corumbá.

 

12ª Primavera dos Museus

 

A cada edição da Primavera dos Museus, o Ibram lança um tema para fomentar as discussões e inspirar os eventos propostos pelos museus ou instituições culturais. Esse ano o tema é Celebrando a Educação em Museus, que tem como embasamento o Caderno da Política Nacional de Educação Museal (PNEM), lançado no último mês de junho.

 

A publicação aborda o processo de criação da PNEM, bem como os princípios e diretrizes dessa política, que visa nortear gestores, educadores e demais interessados na prática da educação museal. Os museus devem ser reconhecidos como espaços plurais, que propiciam vivências diversas e trocas constantes de conhecimentos e experiências e, nesse sentido, a educação permeia todos os seus cantos.

Abertas inscrições para o Programa de Desenvolvimento de Lideranças do Ensina Brasil

Estão abertas as inscrições para quem deseja participar do Programa de Desenvolvimento de Lideranças, da ONG Ensina Brasil. O comunicado foi publicado na edição desta sexta-feira (14.9) do Diário Oficial do Estado (DOE). O processo seletivo segue até 21 de setembro.

 

Realizado em Mato Grosso do Sul em parceria com a Secretaria de Estado de Educação (SED), o programa vai recrutar e selecionar jovens professores em potencial. Como parte do cronograma, os escolhidos participarão de uma formação intensiva de 250 horas, com foco em práticas pedagógicas e, já no início de 2019, serão alocados como professores remunerados do Ensino Público pelo período de dois anos.

 

Para participar, o candidato deve ser brasileiro e possuir graduação completa até dezembro de 2018 ou, caso postergada por greve, até o primeiro semestre de 2019. Os candidatos graduados, a partir de 2008 (menos de dez anos), também poderão participar.

 

Além do período de formação intensiva, o candidato selecionado vai atuar como professor em período integral por dois anos – entre fevereiro/2019 e dezembro/2020 – com remuneração.

 

A ficha para inscrições e informações sobre o Programa estão disponíveis no site.

Parceria da prefeitura com produtores garantirá preservação dos mananciais do Guariroba

Ao considerar que 60% da água consumida pelos habitantes de Campo Grande vêm da Bacia Guariroba, ações de preservação de seus mananciais tornam-se indispensáveis. Neste sentido, a prefeitura se une com produtores rurais daquela Área de Proteção Ambiental (APA), que corresponde a cerca de 36 mil hectares no total, para incentivar práticas sustentáveis que visem à restauração do potencial hídrico e do controle da poluição difusa no meio rural.

 

Para assegurar essas ações, o prefeito Marquinhos Trad assinou ontem (12), os contratos para o Pagamento por Serviços Ambientais (PSA) de 16 propriedades rurais da região da APA Guariroba, que estavam paralisados desde 2015. O documento prevê a remuneração (financeira ou por serviço) aos produtores que adotem práticas sustentáveis na sua propriedade.

 

O recurso disponível para essa compensação, que terá duração de 5 anos, é proveniente do Fundo Municipal do Meio Ambiental. Os valores são estabelecidos a partir da medição de qualidade dos serviços em cada propriedade, feita por uma auditoria criada para esta finalidade.

 

O PSA faz parte do programa Manancial Vivo, criado há 10 anos, cujo objetivo é a adesão voluntária dos produtores rurais que, por meio de práticas e manejos conservacionistas e de melhoria da distribuição da cobertura florestal na paisagem, contribuam para o aumento da infiltração de água e para o abatimento efetivo da erosão, sedimentação e incremento de biodiversidade na região.

 

Durante o ato de assinatura, no Paço Municipal, o prefeito lembrou que o aumento constante da população impacta significativamente os mananciais. “Essa é a consequência do aumento da população. A necessidade cada vez maior de IMG_5102abastecimento para atender o ser humano está afetando diretamente as fontes subterrâneas de água doce. O nosso objetivo aqui hoje é assegurar incentivos para que os produtores adotem boas práticas para a melhoria da qualidade e do aumento da oferta de água. Tanto a prefeitura quanto esses produtores estão fazendo sua parte. A salvação dos mananciais depende de todos nós”, justifica Marquinhos.

 

O secretário municipal de Meio Ambienta, Luis Eduardo Costa, reforça que o intuito da iniciativa é incentivar formas sustentáveis de comportamento e conscientizar quanto à importância do cuidado com a utilização dos recursos naturais.

 

“A Semadur trabalha para dar continuidade nesse programa tão importante para toda a população campo-grandense. E quando nos comprometemos com os proprietários em firmar essa parceria é porque sabemos da importância desse trabalho e responsabilidade compartilhadas, dessa parceria que temos para que juntos possamos continuar a preservar esse importante manancial de abastecimento para o município”, explica o titular da Semadur.

 

Sobre o PSA

 

São 16 novos contratos com os produtores rurais que ingressam no Programa Manancial Vivo (PMV), onde firmam acordo com a Prefeitura Municipal de Campo Grande, por intermédio da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana (Semadur), para a adoção de práticas e manejos conservacionistas de melhoria da distribuição da cobertura florestal na paisagem que contribuam para o aumento da infiltração de água e para o abatimento efetivo da erosão, sedimentação e incremento de biodiversidade em suas propriedades e assim possam receber o pagamento pelos serviços ambientais executados.

 

Após a assinatura dos proprietários e do Prefeito Marquinhos Trad, juntamente com o secretário municipal de Meio Ambiente e Gestão Urbana, Luís Eduardo Costa, serão iniciados os trabalhos nas propriedades como as orientações e acompanhamento técnico necessário para a execução das intervenções necessárias em cada local. E somente após as execuções e constatação, mediando fiscalizações, os proprietários então receberão o Pagamento por Serviços Ambientais (PSA) prestados.

 

O dono da Fazenda Crescente, Wardes Antônio Conte Lemos, aponta este período de novas contratações, como um momento de vitória “A Semadur sempre esteve conosco, apoiando os produtores. Esse reconhecimento hoje que os produtores têm é fruto de muito trabalho, persistência de ambas as partes e da união de esforços e diálogo, agradecemos e a administração pode contar conosco na preservação da Bacia do Guariroba”.

 

O presidente da Associação de Recuperação, Conservação e Preservação da Bacia do Guariroba (ARCP Guariroba), Claudinei Menezes Pecois, acompanhou as assinaturas e enfatiza a relevância do apoio do poder público para a preservação da região “Há mais de 20 anos encampamos esse trabalho de reconhecimento dos produtores e hoje atingimos mais um marco histórico com mais essa entrada de proprietários aderindo ao programa”.

 

IMG_5068Outro produtor que acredita e apoia o programa é João Carlos da Costa Sobrinho, proprietário da Estância Paraíso e Natureza. Dono de sua propriedade na região da APA Guariroba desde 1988, o produtor conta que, com o passar dos anos, a recuperação da bacia passou a ser extremamente visível.

 

“Muito antes dessas iniciativas, eu e alguns produtores já fazíamos esse trabalho de preservação. A partir daí notamos que começaram a surgir novas nascentes nos locais onde cercávamos e preservávamos. O meu cercamento está há mais de 90 metros da área de preservação e mesmo nessa distância o solo é bem úmido. E, assim, a produção de água aumenta significativamente e por consequência também aumenta o número de animais da região”, relata Sobrinho.

 

Para o proprietário rural Nilson Theodoro de Faria, da Fazenda Flora, o programa é extremamente importante. “Acredito que devemos trabalhar de forma cooperativa para tornar a Bacia, o espelho da aplicação das leis ambientais. É trabalhoso, mas temos que reconhecer a importância e nos tornarmos modelo. Sabemos da nossa obrigação enquanto proprietários e então iremos trabalhar a favor da correta aplicação da legislação”.

 

O superintendente de Fiscalização e Gestão Ambiental, Ivan Pedro, aponta a importância do trabalho mútuo entre produtores e município. “Temos um acompanhamento grande dessa Área de Preservação Ambiental do Guariroba. O Manancial Vivo nasceu de grandes discussões com a participação dos produtores. Estamos num processo novo ainda em nível de Brasil, mas que aqui já está consolidado. O município tem outras Bacias para as quais iremos levar o Programa, mas o processo é lento, dependemos de processos licitatórios e do apoio de outras instituições. Nosso intuito maior é que os produtores nos auxiliem no avanço do PMV”.

 

CCZ expõe animais para adoção durante a segunda edição do Show Pet Brasil, na Capital

O Centro de Controle de Zoonozes (CCZ) de Campo Grande irá participar da 2ª edição da Show Pet Brasil, que começa nesta quinta-feira, dia 13, e vai ate o dia 15, com exposição de animais para adoção. O evento acontece no estacionamento da Feira Central de 18h as 23h e têm entrada gratuita.

 

Segundo informações da organização da Show Pet Brasil, o primeiro dia de evento contará com encontro de raças , com sorteio de um ano de ração de graça. Ao todo são esperados 30 expositores voltados para felinos, caninos, répteis, peixes e roedores

 

Os visitantes terão acesso ainda a palestras sobre cuidados com banho e tosa, saúde e qualidade de vida do pet, hematologia veterinária e orientação sobre outros assuntos para colaborar com a saúde e o bem-estar dos animais. O evento conta ainda com parque pet, brincadeiras, gincanas, palestras e outras atrações.

 

O parque pet terá uma programação variada a cada dia, com apresentações do projeto Cão Pastor, atividades de enriquecimento ambiental – brincadeiras focadas no gasto de energia para deixar o cachorro mais equilibrado, calmo e feliz – além de pista Agility, em que os cães podem participar de um circuito com brinquedos e obstáculos que colaboram para sua socialização e desenvolvimento.

 

Para aproveitar a programação basta comparecer no estacionamento da Feira Central, das 18h às 23h. A abertura oficial na quinta-feira, acontecerá às 20h. A Feira Central está situada na rua 14 de Julho, 3351 – Centro, em Campo Grande.

Unidade do Trauma entra gradualmente em funcionamento e recebe os primeiros 49 pacientes

A Unidade do Trauma iniciou seu funcionamento de forma gradual nessa segunda-feira (10.9). A obra física foi inaugurada em 25 de março, após o Governo do Estado retomar a sua construção de 2016. Serão repassados mensalmente para custeio da Unidade R$ 8 milhões, sendo R$ 2 milhões da Secretaria de Estado de Saúde (SES) e R$ 6 milhões do Ministério da Saúde.

 

A vigilância sanitária autorizou o funcionamento imediato de 51 do total de 100 leitos de enfermaria. Os primeiros 49 pacientes foram transferidos do setor Ortopédico da Santa Casa de Campo Grande para a enfermaria da unidade hospitalar.

 

A ocupação irá ocorrer de forma gradual nos próximos quatro meses. Em dezembro a previsão é de que a Unidade do Trauma esteja funcionando em sua totalidade, incluindo as cinco salas de cirurgias e os dez leitos de UTI.

 

O início do atendimento da unidade hospitalar é um esforço conjunto entre Governo do Estado, Prefeitura, Santa Casa de Campo Grande e Ministério Público Estadual.

 

A Unidade do Trauma deve funcionar com 100 leitos e recursos de R$ 8 milhões até dezembro deste ano

 

No mês que vem serão repassados R$ 2 milhões, em novembro R$ 4 milhões e, a partir de dezembro, a unidade hospitalar receberá mensalmente o valor de R$ 6 milhões do Ministério da Saúde. O Governo do Estado já começa a repassar o valor de R$ 2 milhões pelos serviços prestados neste mês a ser liberado em outubro.

 

Com mais de 6.600 metros quadrados de área construída, o local tem 100 leitos de internação, 10 leitos de UTI, 5 salas cirúrgicas, 2 salas para cirurgia de pequeno porte, 1 sala de fisioterapia, 1 sala de reabilitação, 3 salas de observação com 15 leitos, 2 salas de raio X, 1 sala de tomografia, 2 salas de odontologia, 3 consultórios e 1 sala de emergência.

 

O recurso será viabilizado por meio do Fundo Municipal de Saúde, ou seja, cabe à Prefeitura, a contratualização com a Santa Casa.