Defensoria Pública e Sindicato de Transportadores Escolares firmam termo de flexibilização de contratos durante pandemia

Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul firmou termo de compromisso com o Sindicato dos Transportadores Escolares de MS (Sinte) que estabelece a flexibilização de contratos com os consumidores durante o período de isolamento social provocado pela covid-19, o novo coronavírus.

 

Conforme o coordenador do Núcleo Institucional de Promoção e Defesa dos Direitos do Consumidor e Demais Matérias Cíveis e Residuais (Nuccon), defensor público Homero Lupo Medeiros, o acordo prevê o desconto de 50% nas mensalidades a partir do mês de maio, pagas até o dia previsto em cada contrato.

 

O termo também prevê o desconto de 20% de desconto nas mensalidades referentes ao mês de abril.

 

Caso a mensalidade já tenha sido quitada integralmente, o contratante poderá ter acesso ao desconto de duas maneiras: abatimento de 5% em cada uma das próximas quatro mensalidades ou restituição do respectivo valor, na hipótese de resolução contratual ou encerramento da atividade pelo prestador do serviço.

 

Além disso, as famílias que estão inadimplentes com a mensalidade do mês de abril poderão gozar do desconto desde que a quitem até o dia 22 de maio.

 

O não pagamento da mensalidade do mês de maio na data especificada autorizará o prestador do serviço a reincidir o contrato sem a cobrança de multa rescisória.

 

“Os descontos previstos no termo terão validade até o retorno normal da prestação do serviço de transporte escolar. Importante lembrar que a flexibilização engloba todas as pessoas físicas e empresas vinculadas ao Sinde-MS que, conforme o órgão, somam 36 ”, destacou o coordenador do Nuccon.

 

Ainda segundo o defensor público, os transportadores escolares não sindicalizados serão notificados individualmente para que façam adesão ao termo de acordo.

Gás de cozinha será usado para fornecer energia ao Hospital Universitário de Mato Grosso do Sul, anuncia UFMS e Copagaz

De forma inédita, com a anuência excepcional da ANP (Agência Nacional de Petróleo), o GLP será fornecido como fonte de energia secundária para geradores e outros equipamentos, por meio da parceria entre Copagaz e Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS), e pela primeira vez o gás será fonte de alimentação energética às novas áreas de higienização dos profissionais de saúde e outros setores específicos do hospital.

 

A pandemia provocada pelo coronavírus trouxe ao Hospital Universitário Maria Aparecida Pedrossian da Universidade Federal do Mato Grosso do Sul (Humap/UFMS), a necessidade de aumentar suas instalações voltadas para a assepsia dos funcionários. Para atender a essa demanda, a Copagaz vai fornecer quatro contêineres equipados com duchas de água quente e áreas secas para higienização dos profissionais, os quais serão alimentados com energia gerada por GLP. Além disso, o produto será usado como backup de energia para determinados equipamentos médicos e abastecer uma máquina para limpeza da área externa das instalações de estrutura de suporte. O Humap é filiado à Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh).

 

“Ao aceitar nosso convite para integrar esta parceria, além de apoio solidário e  humanitário, a Copagaz faz com que o conjunto das ações resultem em um grande laboratório de práticas de investigação científica”, afirma o reitor Marcelo Turine. “Toda a instalação fornecerá conhecimentos nas áreas de saúde, engenharia e eficiência energética, elevando ainda mais nossa capacitação acadêmica”.

 

O Humap, por onde circulam cerca de 500 alunos e 200 residentes por dia, possui 1.600 funcionários, dos quais 1.200 diretamente envolvidos no atendimento (médicos, enfermeiros e farmacêuticos, dentre outros). Inicialmente, 400 deles atenderão diretamente os pacientes da Covid-19 que forem encaminhados àquela unidade, todos com complicações devido a comorbidades, conforme definido pelo do plano estadual de atendimento do governo do MS.

 

“Nossa equipe de saúde está sendo treinada para atuar na linha de frente a qualquer momento, se for necessário, incluindo profissionais de outras organizações como o Corpo e Bombeiros e paramédicos, que estão sendo capacitados pelo Humap para adotarem os procedimentos adequados ao atendimento de pessoas contaminadas” explica Cláudio César da Silva, superintendente do hospital.

 

No Humap, a Copagaz instalou um reservatório com 2 toneladas de GLP, suficiente para suprir a demanda por pelo menos 30 dias, montou toda a estrutura com os contêineres  em parceria com o Grupo Cavagna, empresa Italiana responsável pela fabricação e comercialização dos produtos Greengear focados na geração de energia limpa, está preparando os geradores e toda estrutura que irá gerar energia limpa e fundamental para o atendimento proposto ao HU. O GLP também será o combustível para uma lavadora de alta pressão que será usada com a finalidade   de higienizar   as áreas externas, na qual circularão os funcionários destacados para trabalhar com os pacientes da Covid-19 e que, portanto, precisam de um cuidado maior.

 

Outras empresas também estão participando desta iniciativa de solidariedade, destacamos aqui a Transportadora Laurimar e a Rinnai Brasil, fornecedora dos aquecedores de água, ambas doando seus serviços e realizando o empréstimo de seus equipamentos viabilizando a implantação de todo o complexo. Já a empresa Funcional Containers colaborou na redução do tempo de fabricação atendendo o cronograma da execução da obra, passando este pedido à frente dos demais incluindo jornada extra para conclusão.

 

Autorização excepcional

 

A utilização do GLP como fonte alternativa de energia, que é proibida no Brasil desde a década de 1990, foi autorizada de forma excepcional pela ANP  (Agência Nacional do Petróleo), após um pedido formal da UFMS para a Copagaz e consequentemente, consultas formais ao agende regulador, transformando-se em uma parceira estratégica de todo o projeto.

 

“A ANP se engajou completamente nesta causa e concedeu a autorização em um tempo recorde, unindo-se a essa grande rede do bem que está se formando em todo o Brasil para enfrentar a pandemia da Covid-19 e seus efeitos na sociedade. E esta atitude vai permitir não apenas ajudarmos as vítimas e profissionais de saúde, mas, gerar conhecimento e inovação para soluções eficientes, em um futuro que vamos precisar nos reinventar”, afirma Agnaldo Inojosa, da Copagaz.

 

O executivo também explica que a parceria com a UFMS surgiu da necessidade de estruturar um laboratório de inspeção do GLP importado da companhia boliviana YPFB. “Nós contamos com o apoio da equipe da Faculdade de Engenharia Química, em conjunto com a Superinspect, empresa inspetora autorizada pela ANP, para criarmos o 1º laboratório de análises de GLP do Centro-Oeste brasileiro”.

 

Legado

 

Além dos benefícios diretos e imediatos que a cooperação entre a Copagaz e o Humap/UFMS trará para o atendimento das vítimas da pandemia, e da possibilidade de usar a experiência para estudos, toda a operação será acompanhada pelos gestores do hospital, que utilizarão o know-how adquirido para fundamentar um projeto de construção de banheiros e vestiários que já estava nos planos da instituição.

 

Outras áreas de pesquisa acadêmica também acompanharão o funcionamento dos equipamentos para estudar a eficiência energética do GLP para o uso em novas aplicações para a indústria, elevando a capacidade tecnológica do Brasil ao patamar de outros países que utilizam muito mais esta fonte de energia.

 

No futuro, após a pandemia, por ocasião da desmobilização da estrutura de suporte ao Humap/UFMS, os equipamentos aplicados serão doados   para a parceria de estudos de desenvolvimentos de outros usos do GLP entre UFMS, Copagaz e Grupo Cavagna, a ser submetido à apreciação pela ANP, possibilitando a inovação e a validação cientifica de outras aplicações do GLP como solução limpa e eficiente de energia para os mais diversos segmentos.

 

Fonte: UFMS/Copagaz

 

Com mais 59 confirmados, Mato Grosso do Sul passa para 805 pacientes com novo coronavírus, anuncia Secretaria de Saúde

Com mais 59 exames positivos para coronavírus (Covid-19) nas ultimas 24 horas, o número de casos confirmados da doença no Estado chega a 805. As informações foram apresentadas nesta sexta-feira (22.05) em coletiva de imprensa online com autoridades do Governo do Estado.

 

Dos 805 casos confirmados, 487 estão em isolamento domiciliar, 269 estão sem sintomas e já estão recuperados. 34 estão internados, sendo 16 em hospitais públicos e 18 em hospitais privados. Dois pacientes internados são procedentes de fora do Estado. Foram registrados 17 óbitos.

 

Desde o dia 25 de janeiro, foram registradas 6.718 notificações de casos suspeitos da coronavírus em Mato Grosso do Sul. Destes, 4.816 foram descartados após os exames darem negativo para Covid-19 e 21 foram excluídos por não se encaixarem na definição de caso suspeito do Ministério da Saúde. 379 exames aguardam resultado do Lacen. 697 casos foram notificados e não foram encerrados pelos municípios.

 

Os dados publicados a partir de 19 de maio tem como fonte de dado o sistema de informações oficiais SIVEP Gripe e E-SUS VE. Esses dados são alimentados pelos municípios.

 

Os 379  casos suspeitos em investigação tiveram as amostras encaminhadas para o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen/MS), onde será feito o exame para nove tipos de vírus respiratórios, incluindo influenza e Coronavírus. O Lacen/MS realiza os exames para Covid-19 em Mato Grosso do Sul. Os resultados ficam prontos entre 24h a 72 horas, após o recebimento das amostras.

 

A Secretaria de Estado de Saúde publica o boletim epidemiológico referente às notificações de casos suspeitos de coronavírus (Covid-19) diariamente. As informações divulgadas pela Secretaria são os dados oficiais consolidados do Estado que são repassados ao Ministério da Saúde.

Sistema drive Thru Coronavírus amplia atendimento e coleta quase três mil amostras para exames desde o mês de abril

Desde que entrou em funcionamento em Mato Grosso do Sul no último dia 13 de abril, o Drive Thru Coronavírus já realizou 2.953 coletas de exames de diagnóstico da doença, em quatro municípios. Desse total, foi possível detectar 120 casos positivos. As amostras registraram 2.833 exames negativos, perfazendo 95,9% do total, enquanto os confirmados foram de 4,06%.

 

O serviço implantado pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Saúde, foi implantaado inicialmente em Campo Grande, sendo ampliado posteriormente para Corumbá, Dourados e Três Lagoas.

 

Segundo o secretário estadual de Saúde, Geraldo Resende, Mato Grosso do Sul foi um dos primeiros estados a implantar esse tipo de serviço, cujo objetivo é ampliar a testagem da população, como forma de subsidiar na definição de estratégias de combate à Covid-19.

 

“Logo no início da pandemia, o governador Reinaldo Azambuja nos deu todas as condições estruturais e de recursos para enfrentarmos com firmeza o novo vírus. O drive thru, as barreiras sanitárias, o disk dúvidas, a implantação de novos leitos de UTI, o plano de ação para a saúde indígena, a ajuda aos municípios, entre outras ações, formam o conjunto de medidas que adotamos”.

 

Capital

 

O primeiro a funcionar foi o drive thru de Campo Grande, instalado no Quartel do Corpo de Bombeiros Militar, localizado à Rua 14 de julho, esquina com 26 de agosto, no centro da Capital. O serviço realiza 100 testes RT PCR, todos os dias, inclusive nos finais de semana e feriados, das 8h00 às 12h30min. Segundo o boletim epidemiológico desta quinta-feira (21), das 2.320 amostras coletadas no local, 2.251 foram descartadas e 69 foram confirmadas para a Covid-19.

 

No drive thru Campo Grande os exames somente são realizados mediante agendamento pelo número 3311-6262 para as pessoas que possuem veículos. Os demais motoristas ou menores de 12 anos são encaminhados para as Unidades Sentinelas da UPA da Coronel Antonino, Antonino, do Centro de Referência Social da Coophavila II ou do Pólo Airton Senna.

 

Dourados

 

O drive thru em Dourados funciona no Quartel do Corpo de Bombeiros Militar, localizado à Avenida Presidente Vargas, 1167, Vila Progresso, realiza 80 testes RT PCR, às segundas, quartas e sextas-feiras, das 14h às 16h30min (exceto feriados), totalizando 240 testes por semana.

 

O serviço em Dourados também oferta 15 testes nos mesmos dias da semana para as pessoas que não possuem veículos ou tenham menos de 12 anos de idade. Das 302 amostras coletadas até a manhã desta quinta-feira (21.5) no drive thru Covid-19 em Dourados, 20 deram positivas e 282 foram descartadas.

 

Três Lagoas

 

O drive thru de Três Lagoas começou a funcionar no dia 28 de abril, no Quartel do Corpo de Bombeiros Militar, localizado à Av. Filinto Muller, 3.300, Jardim Morumbi, com realização diária de 30 testes RT PCR, de segunda a sábado (exceto domingos e feriados), no horário das 14h às 16h. O acesso é mediante agendamento pelo telefone 3311-6264 (Disk coronavirus Três Lagoas).

 

No drive thru Três Lagoas são realizadas as coletas com agendamento de pessoas que possuam veículos. Os demais, ou menores de 12 anos, são agendados e encaminhados para a UPA-24h (Unidade de Pronto Atendimento) da Vila São João, com oferta de sete testes nas segundas, quartas e sextas-feiras, exceto feriados, a partir das 14h. Desde o início das atividades do serviço no município, foram coletadas 272 amostras das quais 29 deram positivo para a Covid-19 e 243 tiveram resultado negativo.

 

Corumbá

 

Por sua vez, o drive thru Corumbá funciona desde o dia 11 de maio, no prédio do SAMU (Serviço Móvel de Atendimento de Urgência), localizado à Av. Nossa Senhora da Candelária, s/nº, Bairro Universitário, com realização diária de 20 testes RT PCR às segundas, quartas e sextas-feiras (exceto feriados), no horário das 14h às 16h.

 

Neste drive thru são agendadas coletas de pessoas que possuam veículos, sendo que não proprietários ou menores de 12 anos, são agendados e encaminhados para a Pronto Socorro Municipal de Corumbá, com cinco testes às segundas, quartas e sextas-feiras (exceto feriados), sempre a partir das 17h.

 

Segundo o boletim epidemiológico da SES, até as 10 horas desta quinta-feira (21) das 59 amostras coletadas neste drive thru de Corumbá, apenas dois casos foram confirmados, e os 57 restantes deram negativo.

 

Utilidade Pública: Funcionamento dos drive thrus:

CAMPO GRANDE
Quantidade: 100 testes
Dias: Diariamente, inclusive feriados
Local: Quartel dos Bombeiros, situado à Rua 14 de Julho, esquina com 26 de agosto
Telefone: 3311-6262

DOURADOS
Quantidade: 80 testes
Dias: segundas, quartas e sextas-feiras (exceto feriados)
Local: Quartel do Corpo de Bombeiros, situado à Avenida Presidente Vargas, 1167.
Telefone: 3311-6263

TRÊS LAGOAS
Quantidade: 30 testes
Dias: Segundas-feiras a sábado (exceto feriados)
Local: Quartel do Corpo de Bombeiros, situado à Av. Filinto Muller, 3.300
Telefone: 3311-6264

CORUMBÁ
Quantidade: 20 testes
Dias: segundas, quartas e sextas-feiras (exceto feriados)
Local: SAMU, situado à Avenida Nossa Senhora da Candelária, s/nº, Bairro Universitário
Telefones: 9-8472-8850 / 9-8467-4573 e 9-8473-2408.

Governo do Estado entrega e autoriza obras de saneamento e esgotamento nos municípios de Japorã e Mundo Novo

A manutenção dos investimentos continua sendo uma das prioridades do governo estadual, especialmente de recursos voltados direta ou indiretamente à saúde pública. Ontem (20.5), o secretário de Governo e Gestão Estratégica, Eduardo Corrêa Riedel, acompanhado do diretor-presidente da Sanesul Walter Carneiro Jr., representou o governador  na entrega e autorização de obras de saneamento e esgotamento sanitário nos municípios de Japorã e Mundo Novo. O secretário também conferiu ações de combate ao coronavírus na fronteira do Estado com o Paraná e o Paraguai.

 

“Definimos como prioridade atacar um dos maiores problemas do Brasil, que é falta de saneamento e esgotamento sanitário”, destaca Riedel.

 

“A Organização Mundial de Saúde (OMS) estima que a cada R$1 gasto em saneamento, economiza-se R$4 em saúde. Desde o primeiro mandato definimos como prioridade atacar um dos maiores problemas do Brasil, que é falta de saneamento e esgotamento sanitário. Mato Grosso do Sul já é destaque nacional por seu projeto pioneiro de universalização da rede de esgoto, por meio de Parceria Público-Privado (PPP). E hoje estamos entregando e autorizando obras que ampliarão a cobertura de esgoto em Japorã e Mundo Novo, com a certeza da melhoria efetiva da qualidade de vida e saúde da população da região”, destacou Eduardo Riedel.

 

Em Japorã, os investimentos em saneamento totalizam mais de R$ 3.1 milhões com previsão de que 81% da rede do município seja concluída até 2022. Nesta quinta-feira (20.5), a Sanesul entregou uma Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) com mais 3.5 km de rede coletora e 114 ligações domiciliares, totalizando R$ 1.460.921,73 em recursos próprios e da Funasa. Na ocasião também foi dada ordem de serviço para ampliação de mais 12 km desta rede e 354 novas ligações domiciliares, utilizando recursos do Programa Avançar Cidades, no valor de R$ 1.643.789,38.

 

Em Japorã, foram investidos mais de R$ 3 milhões na ampliação da rede de esgoto, com  conclusão de 81% das obras até 2022.

 

“Trata-se de um problema antigo da cidade que agora começa a ser solucionado graças a essa parceria do Governo do Estado. Com essas obras, a população terá um menor contato com agentes provedores de doenças, um processo de valorização dos imóveis, além da despoluição dos rios e conservação dos recursos hídricos”, ressaltou o prefeito de Japorã, Paulo Franjotti.

 

Em Mundo Novo a estatal ativou dois poços para melhorar a capacidade de fornecimento de água aos moradores. O investimento foi feito com recursos próprios da Sanesul no valor de R$ 668.688,67. Também foi autorizada a licitação das obras de esgotamento sanitário de Mundo Novo, com recursos de R$12,7 milhões do Programa Avançar Cidades.

 

“Nossa cidade vive uma expectativa com a chegada dessas obras. São 28 anos de espera por esses serviços e muitas famílias que já sofreram com alagamento. Agradeço ao secretário Riedel pela parceria e comprometimento do Governo do Estado com nosso município”, destacou o prefeito de Mundo Novo, Valdomiro Sobrinho. “Essas obras simbolizam o processo de modernização da nossa região. Em tempo de pandemia, esses serviços trarão mais regularidade, além de melhorar a vida dos moradores”, complementou a professora Sabrina Galvão.

 

 Outras obras

 

Governo Presente: Em Mundo Novo a avenida Rio Branco será pavimentada e  Japorã receberá R$ 1,5 milhão para o recapeamento e pavimentação de diversas ruas.

 

Os municípios da região também contarão com outras obras essenciais, já planejadas pelo governo por meio do Programa Governo Presente. Em Mundo Novo, a Avenida Rio Branco receberá recursos de aproximadamente R$ 2 milhões para obras de pavimentação e drenagem de águas pluviais.

 

Já Japorã receberá cerca de R$ 1,5 milhão para o recapeamento de ruas, além da pavimentação, em execução, das ruas Naviraí, Ponta Porã e Sagarana.

 

Recursos COVID-19

 

Na barreira sanitária de Mundo Novo, no Posto Fiscal Ilha Grande, mais de 45 mil pessoas foram abordadas desde o início das operações, em abril. A ação, realizada pela Sejusp em parceria com a Iagro e Secretaria de Saúde (SES),  busca conscientizar, detectar e prevenir o contágio daqueles que adentram o Estado por via terrestre.

 

As emendas parlamentares direcionadas ao combate à pandemia na região totalizam R$ 130 mil (R$ 80 mil para Mundo Novo e R$ 50 mil para Japorã). O governo estadual também destinou mais de três mil produtos e Equipamentos de Proteção Individual (EPI’s) – incluindo máscaras, luvas, aventais e álcool, para o uso dos profissionais que atuam na linha de frente do combate ao coronavírus nos dois municípios.

MPE recomenda que Polícia Militar prenda quem não tiver usando máscara e descumprir medidas em Fátima do Sul

O Ministério Público Estadual emitiu recomendação na, (19.05), para que à Polícia Militar intensifique a fiscalização do uso obrigatório de máscaras em Fátima do Sul e proceda à prisão em flagrante delito dos que desrespeitarem a medida, bem como que proceder a aglomerações sem autorização legal.

 

O Ministério Público Estadual, representado pelo Promotor de Justiça, Rodrigo Cintra Franco, deu um prazo de 2 dias para que a população seja informada das medidas. “Muito, embora por se tratar de crime a PM já poderia autuar em flagrante desde a segunda-feira, (dia 18.05), reforçou o promotor.

“Conforme consta da recomendação, a medida foi necessária em razão do crescimento exponencial da doença em Fátima do Sul, aliado ao fato dos munícipes estarem reticentes quanto ao cumprimento das obrigações determinadas nos decretos municipais”, explicou o Promotor Rodrigo Cintra Franco.

 

LEIA NA ÍNTEGRA A RECOMENDAÇÃO

Clique aqui e acesse o documento.

Polícia Civil de Jardim prende suspeito de assassunato que estava foragido há 15 anos; crime ocorreu em Bela Vistas

A Polícia Civil prendeu ontem (21), em Jardim, um homem suspeito de ter cometido um homicídio no município de Bela Vista, em 2005. O indivíduo estava foragido desde então.

 

A prisão foi efetuada por investigadores da 1ª DP de Jardim que, após receberem uma denúncia anônima, conseguiram localizar o indivíduo no assentamento Conquista do Mimoso, onde estava morando.

 

A Delegacia Regional de Jardim informa que a população pode denunciar crimes ou criminosos pelo whatsapp número (67) 99987-9865 e esclarece que é mantido sigilo absoluto quanto à fonte.

Boletim da pandemia: Mato Grosso do Sul tem 53 novos casos confirmados e soma 746 infectados, anuncia secretário

Com mais 53 exames positivos para coronavírus (Covid-19) nas ultimas 24 horas, o número de casos confirmados da doença no Estado chega a 743. As informações foram apresentadas nesta quinta-feira (21.05) em coletiva de imprensa online com autoridades do Governo do Estado.

 

Dos 746 casos confirmados, 434 estão em isolamento domiciliar, 267 estão sem sintomas e já estão recuperados. 31 estão internados, sendo 15 em hospitais públicos e 16 em hospitais privados. Três pacientes internados são procedentes de fora do Estado. Foram registrados 17 óbitos.

 

Desde o dia 25 de janeiro, foram registradas 6.277 notificações de casos suspeitos da coronavírus em Mato Grosso do Sul. Destes, 4.657 foram descartados após os exames darem negativo para Covid-19 e 21 foram excluídos por não se encaixarem na definição de caso suspeito do Ministério da Saúde. 231 exames aguardam resultado do Lacen. 622 casos foram notificados e não foram encerrados pelos municípios.

 

Os dados publicados a partir de 19 de maio tem como fonte de dado o sistema de informações oficiais SIVEP Gripe e E-SUS VE. Esses dados são alimentados pelos municípios.

 

Os 231 casos suspeitos em investigação tiveram as amostras encaminhadas para o Laboratório Central de Saúde Pública (Lacen/MS), onde será feito o exame para nove tipos de vírus respiratórios, incluindo influenza e Coronavírus. O Lacen/MS realiza os exames para Covid-19 em Mato Grosso do Sul. Os resultados ficam prontos entre 24h a 72 horas, após o recebimento das amostras.

 

A Secretaria de Estado de Saúde publica o boletim epidemiológico referente às notificações de casos suspeitos de coronavírus (Covid-19) diariamente. As informações divulgadas pela Secretaria são os dados oficiais consolidados do Estado que são repassados ao Ministério da Saúde.

Novo coronavírus: Planejamento proporciona ao Governo do Estado manter a entrega de 1,7 mil moradia sem 2020

Nos últimos meses toda estrutura do Governo do Estado está mobilizada no enfrentamento ao novo coronavírus no Mato Grosso do Sul, porém o planejamento segue norteando as ações da administração estadual que prevê a conclusão e entrega de 1.724 unidades habitacionais para Campo Grande ainda em 2020.

 

“Cuidar das pessoas sempre foi a prioridade deste Governo, e mesmo com toda as medidas e estruturação para a guerra contra o coronavírus, não poderíamos deixar de lado o sonho da casa própria de tantas famílias. Seguimos acompanhando e fazendo o possível para que todas sejam entregues até o final do ano”, afirma o secretário de Gestão Política da Capital, Carlos Alberto de Assis.

 

“Cuidar das pessoas sempre foi a prioridade deste Governo”

 

Junto com a diretora presidente da Agência de Habitação Popular, Maria do Carmo Avesani, Assis visitou na última quarta-feira (20.5) os residenciais Portal das Laranjeiras e Aero Rancho 7 e 8, que se encontram com as obras em fase de acabamento com 92%, 93% e 88%, respectivamente.

 

Cada apartamento possui dois quartos, sala de estar e jantar integrada, banheiro adaptável e área de serviço, num espaço interno de 47,01 m². A área comum dos residenciais será composta de playground, quadra de esportes de areia e espaço para eventos com banheiros adaptáveis.

 

As unidades habitacionais integram o Programa Minha Casa Minha Vida – FAR (Fundo de Arrendamento Residencial), do Governo Federal, com contrapartidas do Governo do Estado e município.

 

Desde o início da gestão do governador Reinaldo Azambuja, 2.813 moradias já foram entregues em Campo Grande. Ao todo, sete empreendimentos estão em execução na Capital: Portal das Laranjeiras, Sírio Libanês I, II e III, Aero Rancho 7 e 8, Jornalista Armando Tibana, Jardim Mato Grosso e Jardim Canguru.