Em Campo Grande, parceria permite entrega das chaves de 260 casas pelo governador Reinaldo Azambuja

Ter uma casa nova adaptada é o sonho que acaba de ser realizado por Solange Oliveira Livia. Ela recebeu nesta segunda-feira (7.10) as chaves do seu novo lar e vai ser mudar com o filho Galileu Naftali, que tem necessidades especiais.

 

Outras 259 famílias realizaram o mesmo sonho de ter a própria residência, após sete anos de espera. As unidades entregues fazem parte dos residenciais Rui Pimentel I e II e ficam no bairro Centro-Oeste, na Capital.

 

“É uma alegria muito grande. Meu filho sofreu um acidente em 2010 e agora, finalmente, vai poder tomar banho de chuveiro porque a casa tem banheiro adaptado”, comemorou Solange. Galileu é cadeirante.

 

Eles são apenas dois personagens de um momento que contou também com a alegria de Ane, Cristina e de duas Marias, entre tantas pessoas.

 

Ane Melisse Prado, de 28 anos, está se mudando com os filhos de 3, 6 e 10 anos para a nova residência. “É uma vitória. Estou sentindo muito orgulho. Há 10 anos fiz minha inscrição e agora vou ter uma vida nova”, disse.

 

De mudança com o marido e quatro filhos, Cristina Solto de Souza, 39, parecia não acreditar. “Fiquei muito tempo morando de aluguel e agora estava em uma casa cedida. É um sonho que estou realizando hoje. Estou ansiosa. Dá uma certa tremedeira parece até que não é verdade. Vou poder dar um outro futuro para os meus filhos”.

 

 

Marias

 

Duas aposentadas com o mesmo nome também foram contempladas: Maria do Carmo Ferreira e Maria do Carmo Messias. A primeira vai deixar a casa de um parente para ter o próprio lar, após 20 anos na fila de espera. “Sou mais que vitoriosa. Estou muito feliz. É como um sonho. Estou lutando e vencendo”, disse.

 

E Maria do Carmo Messias vai mudar com as duas filhas gêmeas. adotadas há nove anos. “É um momento de alegria. É uma vitória que Deus deu para nós”.

 

A construção das obras, iniciadas em 2012, ficaram paralisadas por problemas contratuais entre a Caixa Econômica Federal e a construtora responsável, mas foram retomadas em abril, graças à parceria entre o Governo do Estado e Prefeitura de Campo Grande, com o aporte de novos investimentos financeiros.

 

 

Sonho interrompido

 

O governador Reinaldo Azambuja contou que Campo Grande está recebendo 5.027 casas, entre entregues e em construção. “Vocês tinham um sonho e esse sonho foi interrompido por um tempo. Empresa quebrou, empresa desistiu. Aqui é um empreendimento de tantos que estamos fazendo na Capital. Vão passar de 5 mil casas. E essa é uma parceria extremamente positiva do Governo com a Prefeitura, da Caixa Economica. Vejo muitas coisas acontecendo em Campo Grande fruto dessa parceria, que tem dado certo”, afirmou.

 

Somente nas 260 residências entregues nesta quinta-feira foram investidos pelos três governos (estadual, federal e municipal) R$ 15,6 milhões, sendo R$ 2,218 milhões de recursos do Governo de Mato Grosso do Sul.

 

O prefeito de Campo Grande, Marquinhos Trad, afirmou que as casas foram entregues “no tempo de Deus” e que foram frutos da competência de Governo e Prefeitura. Cada uma das casas têm dois quartos, sala, cozinha e banheiro.

 

 

Participaram também da entrega o superintendente Estadual da Caixa, Evandro Narciso de Lima; diretora-presidente da Agehab, Maria do Carmo Avesani; secretário especial de Governo, Carlos Alberto de Assis; deputado estadual Professor Rinaldo e o comandante do Corpo de Bombeiros, coronel Joílson Alves do Amaral, entre outras autoridades.

Foto da semana – Aquário Natural – Baía Bonita (Bonito)

site http://www.aquarionatural.com.br