No município de Porto Murtinho, obras estão aceleradas e acesso aos portos pode ser concluído antes do prazo

Com investimento de mais de R$ 25 milhões, a obra de pavimentação do acesso à região portuária de Porto Murtinho já está 80% concluída, e pode até ser finalizada antes do prazo (dezembro de 2020), conforme a Diretoria de Empreendimentos Viários (DEMV) da Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul).

 

A pavimentação dos 7,19 quilômetros, entre a BR-267 e a região dos portos, ao sul da cidade, vai incrementar a infraestrutura de transportes e contribuir para que o município seja importante polo exportador do Estado. A obra faz parte também de um plano para reforçar a estrutura logística de Porto Murtinho e toda região sudoeste de Mato Grosso do Sul. Os recursos para o asfaltamento são oriundos do Fundersul (Fundo de Desenvolvimento Rodoviário de Mato Grosso do Sul).

 

“Essa é uma obra de extrema importância para o Estado, em todos os aspectos. Esse acesso vai, além de tudo, desviar o tráfego de caminhões pesados que passam por dentro da cidade”, destacou o vice-governador e secretário de Infraestrutura, Murilo Zauith.

 

 

Os trabalhos seguem em ritmo acelerado

 

Dois terminais portuários já estão em funcionamento no município e já existe a previsão da construção de mais um, o que demonstra ainda mais a necessidade da pavimentação.

 

O secretário de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar (Semagro), Jaime Verruck, afirmou, logo após o início da obra (em abril), que “desde 2014 o governo Reinaldo criou um Programa de Incentivos à Exportação para potencializar o uso dos portos e, principalmente, da hidrovia. Houve uma consolidação desse projeto com a instalação e ampliação desses portos. Por outro lado, fomos instados a oferecer uma infraestrutura ao município, que não dispunha de um acesso adequado”, explicou o secretário.

 

 

Destaques

Política

Senador quer criar CPIs sobre ações do governo

O líder da minoria, senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), informou que está colhendo assinaturas para criar duas comissões parlamentares de inquérito, do Senado e do Congresso Nacional, para apurar as “ações e omissões do governo federal no enfrentamento da pandemia de Covid-19 no Brasil”.   O número mínimo necessário para instalar a Comissão Parlamentar Mista de […]