Governo vai investir R$ 3 milhões para asfaltar acesso à mais moderna granja de suínos de Mato Grosso do Sul

O Governo do Estado por meio da Semagro (Secretaria de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar), autorizou nesta semana a pavimentação asfáltica do trecho que liga a BR-163 até a unidade multiplicadora de matrizes da Cooasgo (Cooperativa Agropecuária de São Gabriel do Oeste) no município de Rio Verde do MT.

 

Na quarta-feira (14) o secretário Jaime Verruck, titular da Semagro esteve no município para acompanhar o andamento do empreendimento que deve entrar em operação em janeiro de 2021 e anunciar o investimento do Governo do Estado no valor de R$ 3 milhões para asfaltar o acesso da BR-163 até a entrada da granja, no km 675.

 

(Foto: Guilherme Pimentel)

A unidade chamada Granja Rio Verde terá 40,5 mil m² de área construída em projeto feito em parceria com a Agroceres, terá produção anual de mis de 40 mil matrizes por ano. A previsão é de ter 1,5 mil fêmeas por semana para reprodução, somando 78 mil por ano. Além de 90 mil machos para abate por ano.

 

Presidente da Cooasgo, Sergio Marcon explica que o empreendimento recebeu mais de R$ 50 milhões em investimentos e o Governo do Estado tem sido parceiro nas ações de fomento à suinocultura. “Temos recebendo apoio importante do Governo do Estado, por meio da Semagro, e queremos colaborar com a cadeia produtiva, para nos tornarmos referência no país em genética de matrizes”.

 

O secretário Jaime Verruck explica que este projeto está alinhado com a política estadual de incentivo a suinocultura do governo do Estado. “Com esse projeto a Cooasgo mostra que está focada em genética e eleva o Estado a um novo patamar dentro da cadeia produtiva do setor, que passa a ter o ciclo completo, desde a produção de matrizes até o produto final da indústria para o consumidor. Mato Grosso do Sul ganha muito com esse empreendimento que também vai gerar emprego e desenvolvimento”, destaca Verruck.

 

Destaques

Política

Conselho de Ético: Ato da Mesa não permite reunião

O presidente do Conselho de Ética e Decoro Parlamentar, senador Jayme Campos (DEM-MT), informou que ainda espera uma posição da Comissão Diretora sobre uma possível revogação da Ato da Mesa Diretora 7, de 2020, que impede as reuniões presenciais no Senado durante o período da pandemia.   — É fundamental essa revogação. Não tenho autoridade […]