Praias doces na costa leste de Mato Grosso do Sul surpreendem pela beleza e são opção para férias

Pousadas à beira da orla, areia branca e água limpa são um retrato das praias doces de Mato Grosso do Sul. De fácil acesso e com menor lotação em relação aos destinos famosos na alta temporada, elas têm atraído cada vez mais turistas de todo o País. Situadas ao longo de rios e lagoas na costa leste do Estado – como nos municípios de Três Lagoas, Paranaíba e Aparecida do Taboado – surpreendem pela beleza e representam ainda uma opção acessível nessas férias.

 

 

Praia de Paranaíba: sombra e água fresca

Em Aparecida do Taboado, são oito quilômetros de praia com areia branca na área que foi represada para suprir a usina hidrelétrica de Ilha Solteira. O resultado é um lago com as águas  do Rio Paraná.

 

“Temos mais de 400 ranchos na Orla do Rio Paraná e durante os feriados prolongados eles e os hotéis da cidade ficam cheios, a nossa praia lota”, conta o secretário de Administração do município Jary Augusto Silva.

 

Bacharel em Turismo, ele ressalta os atrativos naturais do município que divide com apenas outros dois no País (SP e MG) a origem do Rio Paraná. “Temos um pontal do Rio Grande e Paranaíba na divisa do município que, junto com esses dois estados, se encontram para formação do Rio Paraná”, explica.

 

Infraestrutura  

 

Balneário municipal Três Lagoas: opções de lazer e diversão não faltam

 

Além dos atrativos naturais, Aparecida do Taboado conta com pousadas e restaurantes na beira da orla. Infraestrutura também é prioridade no Balneário Municipal de Três Lagoas, que recebeu reforma completa em 2017.

 

O local conta com cerca de 40 quiosques espalhados na orla que dá acesso ao Rio Sucuriú. A região conta com vários ranchos que dão acesso também às praias de água doce do Rio Paraná. No verão, somente o balneário chega a receber 2,5 mil pessoas toda semana.

 

Vista da Orla de Aparecida do Taboado

“Todo ano fazemos a reposição com nova areia na praia para garantir que esteja sempre limpa. Temos também guarda-vidas a maior profundidade no local de banho é de 1,60m sempre com indicação. Recebemos muitas famílias de estados vizinhos, como o interior de São Paulo”, detalha o secretário municipal de Desenvolvimento Econômico Ciência e Tecnologia, José Aparecido de Moraes .

 

Entre os projetos na mira do município para a região está a construção de um cais para passeios de barco pelos rios, que favorecem a navegação. Passeios de caiaque também estão disponíveis no local. “Pretendemos avançar bastante no turismo aqui”, adianta o secretário.

 

Turismo de aventura

 

Pôr-do-sol em Três Lagoas: momento para relaxar com a exuberância da natureza

 

Com dois parques aquáticos na divisa com Minas Gerais, Paranaíba oferece também opções de eventos esportivos de pesca – no ano passado foram mais de 200 barcos reunidos.

 

“Nossa intenção é como poder público fomentar o acesso e os eventos nesses parques que mesmo sendo privados têm grande potencial para atender o público geral”, afirmou o secretário de Turismo do município Henrique Queiroz.

 

Cachoeira em Paranaíba, onde há diversas opções de trilhas e turismo de aventura

Além das praias doces, opções de trilha de aventura e atrações como cachoeiras estão próximas da população no município. Esse, aliás, é apontado pelo Ministério do Turismo como um diferencial nas praias doces, também chamadas praias de rios.

 

Mais vazias e preservadas por estarem situadas em municípios menores, elas também têm próximas mais opções de lazer próximo à natureza.

 

Dados do Ministério do Turismo apontam que o Brasil detém a maior reserva de água doce do mundo, correspondente a 12% do total.

Ultimas Notícias