Banda Muchileiros leva ao 18º FIB influências musicais latinas

ZeroUmInforma/Arte e Cultura – A banda Muchileiros leva para o 18º Festival de Inverno de Bonito (FIB) sua viagem pelas influências latinas da região de fronteira, dos Andes, Brasil e da América Central e contém em sua bagagem as várias vertentes do rock entre versões de clássicas canções. O show acontece no domingo (30.7), às 12h, no Centro de Múltiplo Uso (CMU), na rua 24 de Fevereiro, s/n (Antiga Subestação).

 

O grupo musical nasceu com a dissolução da banda Clandestino (antigo Piá Pançudo), com integrantes vindos da fronteira: o paraguaio ex-artesão (hippie) Soria e Carlos Bagre, paranaense que por anos morou na fronteira, Flavio Guerreiro e Felipe Ferro, músicos que já fizeram parte de varias bandas de Campo Grande.

 

“Nosso som transcende as peculiaridades da região centro-oeste. Apresentamos a fusão da sonoridade da fronteira do Paraguai e Bolívia, São Paulo e Paraná”, explicou o vocalista Carlos Soria. Os integrantes consideram a Muchileiros uma banda dinâmica, na qual revezam voz e instrumento, em uma total liberdade para fazer música de qualidade. Suas composições são feitas em português, espanhol e guarani, unida aos diversos ritmos que são misturados ao pop-rock com instrumentos variados como zampoña, gaita de boca, flauta, acordeom e charango e trompete.

 

A banda tem como ideal divulgar seu trabalho autoral e as diversidades musicais que existem nas culturas de vários países, dando ênfase à musica latino-americana pouco divulgada no Brasil, assim como transmitir ideias inspiradas nas experiências, lembranças de viagens, aventuras,  lugares, amores, leituras e lembranças do cotidiano.

 

Muchileiros teve constante participação em importantes eventos culturais de Mato Grosso do Sul como Festival de Inverno de Bonito, Projeto Som da Concha de Campo Grande, MS Canta Brasil e Festival da América do Sul em Corumbá, sempre dividindo palco com artistas de renome nacional como Nando Reis, Zé Ramalho, Marcelo Camelo, entre outros.

 

Entre as premiações recebidas pela banda estão as de melhor single do ano do Premio Rock do Mato (Campo Grande – MS – 2010), com a canção “Porque me miras si no me quieres”, a de banda estilo “world music”  mais acessada do Brasil pelo Prêmio Palco MP3 (2016 e 2017).

Foto da semana – Aquário Natural – Baía Bonita (Bonito)

site http://www.aquarionatural.com.br