Nichollas Miguel, o prematuro de 29 semanas, nascido em Água Clara, recebe alta após internação na Santa Casa

O Prematuro que nasceu de 29 semanas de gestação e pesando apenas 1.420 gramas, Nichollas Miguel, após passar por muitos desafios na Maternidade Santa Casa de Campo Grande. Nascido no dia 22 de novembro em Água Clara, no interior de Mato Grosso do Sul, o recém-nascido foi transferido para capital para realizar o tratamento necessário para recuperação.

 

Nichollas veio ao mundo com transtornos respiratórios e cardiovasculares e precisou ser transferido no dia do nascimento para o atendimento na pediatria no hospital. “Ele chegou aqui bem pequeno, com 39 tipos”, explicou a mãe Thayane Lopes Santana. “A responsabilidades dos médicos foi muito grande”, acrescentou o pai Adriano Nascimento.

 

Moradores de Água Clara, no interior de Mato Grosso do Sul, os pais agradeceram o tratamento processada no Hospital e a possibilidade de voltar para a casa com o filho saudável. “Ele se recuperou muito rápido. Se não fosse aqui na Santa Casa eu não sei o que teria acontecido, acho que eu teria perdido meu filho. Só tenho a agradecer a vocês ”, afirmou.

 

Prematuridade

 

De acordo com o Instituto Nacional de Saúde da Mulher, da Criança e do Adolescente, o bebê prematuro é aquele que nasce antes das 37 semanas de gestação. São divididos em prematuros extremos, que decomposta ao mundo antes das 28 semanas e correm mais riscos do que os bebês que nascem depois, por serem mais frágeis.

 

Ainda segundo a organização, graças ao avanço tecnológico e ao conhecimento na área da medicina, muitos bebês que antigamente nasciam antes do tempo e morriam, hoje estão sobrevivendo. Mas vale ressaltar que mesmo com um desenvolvimento favorável, os recém-nascidos prematuros ainda sim sim de um olhar mais atento.

 

Destaques

Política

Pais solteiros recebem R$ 4,1 bi em retroativo do auxílio emergencial

Os pais solteiros chefes de família que receberam as cinco primeiras parcelas do auxílio emergencial em 2020 receberão pagamento retroativo. O presidente Jair Bolsonaro assinou nesta sexta-feira (24) medida provisória com crédito extraordinário de R$ 4,1 bilhões para o Ministério da Cidadania pagar parcelas antigas em dobro após a derrubada de um veto pelo Congresso Nacional […]